A pseudo-frívola e o Código do Vestir

Feche os olhos: imagine cor-de-rosa! Pense em cor-de-rosa num romântico vestido cheio de laçarotes + scarpin em tom pastel + cinto delicado + rendas. Imagine aquela moça bem fresca, fútil, perua ou patricinha, que passa horas e mais horas na frente do espelho se arrumando.

Esse é o visual que chamo de “Fru-fru”. Da linda moça que transmite a imagem de cabecinha oca, que passa o dia em shoppings ou lendo revistas de moda e que, quando pensa em aquecimento global, imagina o calor do secador arrebentando seus cabelos.

Slide5

Difícil se posicionar firmemente vestida romanticamente demais.

Enfim, imagine que ela tenta trabalhar em grupo, mas seus colegas não interagem por achar que ela está acima deles na escala social e abaixo deles no quesito intelectual. Ela tenta a promoção, e seu chefe pensa: “Tem gente que leva o trabalho mais a sério que essa moça, que não precisa do seu emprego para viver.”

E sabe do pior? O visual fru-fru ou polido demais atrapalha a leitura da real personalidade. Ela parece um frágil cristal da Boêmia, com necessidade de proteção, pois poderá se quebrar ao menor sinal de tensão no ar. Ou sofisticada demais e sem necessidade de lutar pelo pão nosso de cada dia.

Solução: garimpe acessórios em brechós, agregando-os ao visual, no melhor estilo High & Low. Ou tempere o visual frágil com acessórios de peso, como ankle boots, sapatos Oxford, bolsas carteiro etc. ou, ainda, “destempere” o “adocicado” dos babados da blusa com uma calça em alfaiataria ou um blazer de bom corte masculino.

Dessa forma, cria-se um equilíbrio no visual, transmitindo assim imagem mais competente e séria e deixando sua personalidade aflorar. Enfim, o segredo é tentar dar mais força ao visual frágil!

Slide7

Com pequenos truques de estilo, a personalidade romântica é respeitada, mas insere-se personalidade e firmeza do look.

Obs.: no caso dos rapazes, o que indica este visual fru-fru são cores pastéis em profusão, acompanhadas de cardigan e cachecol, por exemplo. E a dica é trocar o casaco cardigan por um blazer ou misturar os tons pastéis com tonalidades mais escuras, como marinho, verde-oliva e outros.

 O que é?

Ankle boot – O termo surgiu nas últimas décadas do século XX para denominar essas botas de cano muito curto, terminando no tornozelo. Podem ter bico fino, redondo ou quadrado e salto baixo, médio ou alto. Atualmente a moda tem popularizado as open boots, que nada mais são que ankle boots com aberturas (nos dedos, ou peito do pé, ou confeccionadas em materiais cortados a laser etc.)

 Sapato oxford – Esses sapatos, originalmente masculinos, totalmente fechados e com cardaços, surgiram na Inglaterra, em 1640, e logo se tornaram os preferidos dos rapazes da Universidade de Oxford, sendo hoje também adotados pela moda feminina. Atualmente, os sapatos oxford podem ter bico fino, redondo ou quadrado e, ainda, saltos baixos, médios ou altos. Os modelos mais modernos, ditos de verão, são confeccionados com tecidos e couros cortados a laser ou, ainda, com recortes em seu corpo (exemplo: oxford tipo peep-toe).




Aula Grátis Ao Vivo!
O passo-a-passo para VOCÊ trabalhar como Personal Stylist ou impulsionar o seu negócio de moda  ou beleza.

ASSISTIR AGORA!
 [🙂] O passo-a-passo para VOCÊ trabalhar como Personal Stylist ou impulsionar o seu negócio de moda  ou beleza.
ASSISTIR AGORA!

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?