A importância da linguagem não-verbal na venda

Como vender mais apenas observando os sinais?

A linguagem não-verbal nada mais é do que uma forma de se comunicar sem palavras. Você se comunica por gestos, pelo sorriso, o movimento dos olhos, o volume da voz ou até mesmo o silêncio. É por meio principalmente das expressões faciais que conseguimos demonstrar nossas emoções e fazer com que as pessoas tirem suas primeiras impressões ao olharem para a gente.
E é pelos gestos que o ser humano consegue captar o que a pessoa que está falando com ele quer dizer pelas entrelinhas. Ao contrário da comunicação verbal onde é possível mentir ou ocultar alguma informação, no caso da linguagem não-verbal isso fica impossível, já que os sinais são universais para todas as pessoas.

 
A linguagem verbal é muito importante também. Quando estamos conversando com alguém ou lendo, estamos utilizando a palavra como uma espécie de código. E essa é a linguagem verbal. Se você escrever um texto, por exemplo, estará usando essa linguagem por meio das palavras. Essa acaba sendo a linguagem mais comum do nosso dia a dia.
Mesmo com todas essas possibilidades da linguagem verbal, a linguagem não-verbal é muito importante para o cotidiano das pessoas. E ela é diferenciada, já que enquanto a linguagem verbal é totalmente voluntária, a não-verbal pode ser involuntária, vindo do inconsciente de quem se comunica.

 
Quando uma pessoa quer demonstrar alguma reação ou sentimento, ela faz isso primeiro pela linguagem não-verbal para depois fazer com a verbal. Portanto, esse tipo de comunicação é muito importante e fundamental de ser estudada.

A importância na venda

Na hora de vender, utilizar de forma correta a linguagem não -verbal é fundamental para o seu sucesso profissional. Isso porque o cliente ou a pessoa que você está conversando vai perceber a sua comunicação de forma não-verbal e isso pode interferir diretamente na negociação.
Por exemplo, se você está cansado ou indisposto para atender uma pessoa, isso ficará visível nas suas expressões faciais. Assim como também se você não estiver interessado e com vontade de atender determinada pessoa, comparecer em uma reunião ou conversar sobre um assunto importante do trabalho.

Como na maioria das vezes sua linguagem não-verbal será involuntária, não tem como disfarçar e a pessoa que estiver conversando contigo vai perceber em pouco tempo. Isso também tem relação com a autoestima, já que se você está desanimado, com a autoestima baixa e sem vontade de trabalhar, isso ficará totalmente visível na sua linguagem corporal e vai prejudicar muito o seu trabalho. Os clientes vão perceber e não se sentirão confortáveis em continuar conversando com você.

Portanto, tente melhorar a autoestima e dê atenção especial para a linguagem não-verbal, que pode fazer a diferença na sua vida e também nas vendas do seu trabalho. Com isso ajustado, será mais fácil manter o foco e fazer um trabalho melhor.




Aula Grátis Ao Vivo!
O passo-a-passo para VOCÊ trabalhar como Personal Stylist ou impulsionar o seu negócio de moda  ou beleza.

ASSISTIR AGORA!
 [🙂] O passo-a-passo para VOCÊ trabalhar como Personal Stylist ou impulsionar o seu negócio de moda  ou beleza.
ASSISTIR AGORA!

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?